sábado, 3 de outubro de 2009

Para apreciação pública

Há tantas imagens disponíveis de Joe Dalessandro, em épocas tão distintas, que é impossível não o achar familiar. De jovenzinho nos trabalhos de nu que fez para o lendário fotógrafo Bob Mizer aos filmes da trupe de Andy Warhol.

Já na terceira idade aparece como fervoroso evangélico contra a pornografia em Cry-Baby (1990 de John Waters) e como ele mesmo, dando depoimento sobre seus tempos áureos de pouca roupa no semi documentário Carne Fresca (Beefcake, 1998 de Thom Fitzgerald). Sempre muito confortável no papel de homem objeto.

[Ouvindo: A Ordem é Samba – Jackson do Pandeiro]

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails