sábado, 31 de outubro de 2009

As tais boas casas do ramo

E a gente reclama, reclama que no Brasil nunca lançam nada decente em comparação a outros mercados abastados, mas há lá suas vantagens. Lá fora, qualquer porcaria é lançada em DVD em edições comemorativas de cinco em cinco anos e faturam bem.

Super Xuxa Contra o Baixo Astral, um baita sucesso, fez 20 anos em 2008 e fomos poupados de uma edição especial em DVD. E dá medo até em falar tal coisa, porque vai que alguém aposte tardiamente na idéia?

Com uma boa campanha de marketing, despertando o saudosismo da galera, iria vender bem. Nos EUA, o filme que deve ter tido bilheteria inferior a Plan 9 From Outer Space, recebeu dois nomes: Super Xuxa Against the Bad Vibes e Super Xuxa versus Satan.

Ano que vem, 2010, é a vez de Lua de Cristal comemorar duas décadas de lançamento. Época em que eu (e meu gosto infantil podre) infelizmente já tinha idade para ir ao cinema sozinho.

[Ouvindo: Teenage Zombies (Main Theme) – Jerry Warren]

6 comentários:

Renata disse...

hahaha, adorei o layout sombrio! rs

Miguel Andrade disse...

Renata, heheh Obrigado! :D

Leo disse...

"Super Xuxa..." é um clássico do merchandising no cinema nacional. Aquela amostra de produtos em forma d video clipe cantando a música do arco-íris é clássica.

Miguel Andrade disse...

Leo e podre! Discuro ecológico e fazendo merchan de tintas e postos de gasolina!!!!

Glauco disse...

Eu assisti essa pérola algumas vezes, só no cinema foram duas. Dizem que nesses 20 anos pra cá, a filmografia de Xuxa não evoluiu nada, continua estrlando obras desse quilate, mesmo com a etiqueta da Conspiraçºao Filmes.

Miguel Andrade disse...

Glauco, essa Conspiração...

Só vi esse filme em VHS, mas a partir de Lua de Cristal eu não só ia, mas voltava na matiné pra levar minha irmã caçula.

Eram as únicas coisas de cinema nacional que existia. Pagava ingresso mesmo sabendo que não valiam lá muita coisa.

Related Posts with Thumbnails