quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Ser poodle não é fácil

É por essas e outras que tenho calafrio quando ouço alguém dizendo que queria ser cachorro de madame. Vida de cão, isso sim, sujeitos a toda e qualquer neurose de suas donas!

Essa serie de fotos, como a estrela June Havoc, como bem lembrou o blog Stirred, Straight Up, with a Twist é bem insana. Facilmente associável ao desfecho de O Que Terá Acontecido a Baby Jane? ((What Ever Happened to Baby Jane?, 1962).

O primeiro passo ao sofrimento é quando começam a achar que o animal é filho dizendo coisas como “Vem pra mamãe”. Daí é um pulo pra usarem roupinha desnecessária, banhos quase diários (!!!) com produtos irritantes e a comerem o mesmo que nós.

Veja também:
O melhor amigo das estrelas
Dachshund, salsicha, teckel, lingüicinha, cofap...


[Ouvindo: Sexology – Rita]

2 comentários:

J.Ma disse...

Eu presenciei uma vez no consultório veterinário uma louca madame querendo tirar as cordas vocais do cãozinho, o veterinário disse que era ilegal mas faria... Nunca mas levei o meu cachorro no tal veterinário !

Miguel Andrade disse...

J. Ma, e isso é mais comum do que você pensa. Já tinha ouvido falar nisso também.

É um assunto complicado, porque às vezes, quando você mora em prédio, ou é isso ou é se desfazer do bichinho...

Related Posts with Thumbnails