quinta-feira, 23 de julho de 2009

Pausa para nossos comerciais


A Vodka Eristoff se uniu ao limão com uma convicção: dar mais prazer

Uma coisa “oi? Tô bêbada!”. Note a mocinha ao fundo, de chapeuzinho ridículo, pretensamente 30/40’s.

Pelo menos no Brasil, este revival dos tempos do ragtime só funcionou nas propagandas. Além, das ombreiras, quero dizer.

Olha, acho que pra vodka é um anúncio bem honesto! Com duas mulheres dadas assim já prevê a dor de cabeça do dia seguinte...

[Ouvindo: Mascarada - Emílio Santiago]

6 comentários:

Leticia disse...

Notei foi que tem um espelho bem paralelo ao fundo onde o fotógrafo não aparece, isso sim!

Ou então esconderam a câmera na boca do chafariz, o que é o mais provável...

Miguel Andrade disse...

Letícia, ele deve estar de ladinho. Ou retocaram a imagem.

Refer disse...

Meu passado me condena: eu usei blazer com mangas arregaçadas igual a esse tipo.

Engraçado — no tempo em que eu tomava vodca no Eduardo's da Nestor Pestana, nenhuma moça esticou a perna pra eu dedilhar... sei lá, vai ver eu bebia da marca errada.

Miguel Andrade disse...

Refer, e camisa aberta com correntinhas de ouro?

Letícia disse...

e o chafariz babão. se uniu a safadeza haha :)

Miguel Andrade disse...

Letícia, um clima onírico! rs

Related Posts with Thumbnails