sexta-feira, 17 de julho de 2009

Aí vem a Dita

No início de 90, Madonna se esfregava em tudo quanto era superfície pontiaguda pra vender o disco Erotica. Ronronou lascivamente pelo planeta com a turnê The Girlie Show, inclusive no Brasil em 1993.

Antártica, paixão nacional, traz uma paixão internacional. A publicidade das cervejarias vivia um frenesi tão profundo associando álcool e sexo com vagabundas que nada mais óbvio que este patrocínio.

Veja também:
Dois hambúrgueres, alface...


[Ouvindo: La Pistola y el Corazon – Los Lobos]

5 comentários:

Nivaldo disse...

Eu Fuiiii! Naquela noite o Morumbi foi transformado na maior boite gay do mundo. Nunca esquecerei as bees em prantos quando ela cantou RAIN... foi um vale de lágrimas! hahahaha

Glauco disse...

Eu só posso lamentar meus 12 nessa época. Tenho que me contentar com a Sticky & Sweet (and boring) Tour...

Miguel Andrade disse...

Nivaldo, eu nem tinha idade pra frequentar locais do gênero! :D

Glauco, também tinha pouca idade. Tive vontade, mas nesse show recente não iria nem se me pagassem!

Tchia Deslogada: uma Paixão Nacional disse...

Eu queria ter ido é na Blonde Ambition Tour, de longe a minha preferida. Lembro nessa época aí da pornofase madônnica menininhas fazendo topless na frente do hotel da fia, uma furor uterino coletivo, coisa de louco!

Miguel Andrade disse...

Tchia, dessa fase Blonde Ambition Tour achava ela cafona. Sei lá porquê...

Assim como acho hoje em dia Madonna praticamente uma Cremilda endinheirada.

Related Posts with Thumbnails