quarta-feira, 10 de junho de 2009

O segredo da burca


Fiu fiu! Mistério revelado por Vittorio De Sica em O Fino da Vigarice (Caccia Alla Volpe, 64).

[Ouvindo: Making Christmas – Rise Against]

12 comentários:

Glauco disse...

Uau! Adorei.

Miguel Andrade disse...

Glauco, delícia, né?

Refer disse...

Cinecittá acabou. Os mestres morreram e não apareceu uma nova geração à altura. Não foi por falta de público nem por falta de dinheiro, foi crise de talento mesmo. Essa é incontornável.

Miguel Andrade disse...

Refer, não tenho medo nenhum em afirmar que o cinema empobreceu de uma forma geral. Quase morreu.

Vi outro dia Era Uma Vez na América. Ao final tive a nítida impressão que não vi nada que chegasse nem aos pés de Sergio Leone nos últimos 20 anos.

Anônimo disse...

gente, to begemmmmm!!!!eu sempre quis fazer isso!!!!!! hahhahaha assim do nada, no meio do deserto, tirar a burca e revelar meu cuuuurpo ,aliás eu naum tenho corpo, eu tenho aqui um parque temático hahahaha !!!!!
miguelito seu diabinho, vc adivinhou minha fantasia hein??!!!!kkkkkkk
denis-daniela carrera

Miguel Andrade disse...

Denis-Daniela Carrera, seria uma visão no mínimo, mas no mínimo MESMO inusitada!

Refer disse...

Tem esse diretor de 'Cinema Paradiso', tem o Roberto Benigni - são bons, mas não dá pra comparar com Monicelli, Rosselini, De Sica, Scola. O pior é que a as pessoas mais novas perdem as referências —então, quando vc falar de Visconti, nêgo vai pensar que vc está falando de panetone!:D

Miguel Andrade disse...

Refer, hahahahaha! Perdem totalmente. Se metem a críticos sendo que não têm com o quê comparar.

Ah, meu desprezo por este Benigni. Detesto! Detesto!

Anônimo disse...

concordo em gênero, número e degrau com vcs!!!!!!!:D
Assim como Miguel, acho Benigni insuportável e tb naum engulo esse Nani Moretti q os criticos vivem pagando o pau!!Mas gostei de Gomorra, Não se mova e Malena...bons filmes italianos ainda estão por aí mas naum se comparam com o que eles faziam há 40,50 anos
denis

Glauco disse...

Nossa, também detesto Benigni!!! Já do Moretti eu gosto, e de algumas coisas do Tornatore também.

Mas realmente é assustador o abismo do cinema italiano contemporâneo com o realizado nos anos 40, 50 e 60 e até mesmo 70.

Quem manda concentrar tantos mestres numa geração só?

Tchia Deslogada e os 120 dias de Sodoma disse...

Tchiiiiiio, falando em cinema italiano, ontem assisti no telecine Cultchi "Saló" de Pasolini. Geeeeeeeentem, o que é aquilo? hehehe

O Benigni eu acho que força demais a mão na caricatice, um Mister Bean italiano, só que sem graça. Só o perdôo porque amei La Vita é Bella (call me brega) - e mesmo "La Vita.." poderia sofrer uma edição-monstro na primeira metade, cortando o excesso de palhaçadas que o cara faz pra conquistar a muié.

Miguel Andrade disse...

Dênis, italianos, americanos, brasileiros, etc! Não há mais espaço para grandes gênios em platéias cada vez mais burras.

Glauco, Tornatore, que era uma aposta de Fellini para o futuro, só achei graça em Cinema Paradiso, e olhe lá!

Tchia, Saló me chocou profundamente pela crueza das idéias. Pelo poder absoluto fazendo o que bem entendia.

La Vita é Bella vi uma só vez, forçado. Argh. Humor óbvio demais.

Related Posts with Thumbnails