sábado, 26 de maio de 2007

Quem É Esta Garota?

É com meu coraçãozinho apertado que declaro: O Rei está nu! No caso, a rainha... Trocando em miúdos, Björk já foi mais feliz! Do frescor do início dos 90 assim que saiu do Sugar Cubes pouco sobrou. Earth Intruders, por exemplo, a música é bacana, o clipe idem, mas o vocal da senhora Björk Guðmundsdóttir beira o insuportável. Sempre a mesma gritaria! Se for pra ficar ouvindo mulherzinha gritando eu encosto o ouvido na parede e fico escutando minha vizinha. Nem vou precisar de um copo, já que aquela tem um fôlego... A melodia pode ser o que quer que seja, de maxixe a bolero, absolutamente tudo se encaixaria com seu vocal. Diva absoluta, incensada por uma legião de muderrrrnos, aparenta estar segura nesta posição. Aquele vestido de cisne morto que usou certa vez numa cerimônia do Oscar ou o carro alegórico emprestado da Beija-Flor em que entrou na abertura das olimpíadas da Austrália são só exemplos visuais de que acredita que tá podendo e todo mundo vai bater palminhas para o que quer que venha a fazer. Chatérrima! Enquanto isso lá vem a esquimózinha com seus “Blooooooig, Aaaaaaaaaaaaaaah, Iiiiiiiih!”. E falando em pop stars fora do eixo EUA – Inglaterra/ Inglaterra –EUA, tudo indica que a Sony tentará impingir o japonês Ken Hirai, mega astro local, ao resto do planeta. O hit com refrão em inglês, que se chama (adivinhe?) Pop Star, é estupidamente delicioso e grudento. Daqueles que fazem a gente acordar já com vontade de ouvir. O clip visualizadíssimo no You Tube tem até versão legendada em português. Galãzinho e com as bocas malditas já apontando que não gosta da fruta. Deve colar no ocidente… Venus as a boy!

[Ouvindo: Chick Habit – April March]

sábado, 19 de maio de 2007

Peggy Sue- Seu Passado a Espera

E entre os velhos ditados mais estúpidos está certamente aquele que diz que o tempo é o senhor da razão! Pode ser que com o passar das horas certas verdades venham á tona, mas também é irresistível a gente achar o ontem mais gostoso... Que perigo! Tô adestrando meu cérebro. Algumas coisas que pareciam maravilhosas tento encontrar o lado podre. Quem sabe não se evita os mesmos erros? E nem ferrando gostaria de voltar no tempo. Só se fosse inevitável... Se bobear iria levar mais a sério a escola. Menos matérias como educação física. Coisa mais ridícula da fase da terra... Deveria ser opcional. Cheira a resquício do governo Getúlio Vargas. Oh! Eu iria bombar de novo em educação física! Até agora não conheci outra pessoa que já repetiu o ano em educação física!!! Sempre há coisas mais interessantes a se fazer de tarde do que ir dar 30 voltinhas na quadra da escola. Humpf, sem falar que na hora de formar os times ser sempre o último escolhido não é o momento mais bacana da adolescência. Acharia física, química e matemática a chatice de sempre... E aposto! Aposto que com essa sinceridade que Deus me deu novamente não me faria de rogado quando a professora de biologia perguntar o porquê da falta de interesse: “Porque sua aula é um saco! Se é pra ficar copiando infinitos textos da lousa eu compro um livro”. Oh, sim! Repeti em biologia naquele ano também. Vaca vingativa! Talvez não desse de novo porrada na guria que me tirou do sério em pleno intervalo. Eu disse talvez...

[Ouvindo: Sílvia 20 Horas Domingo – Ronnie Von]

quinta-feira, 10 de maio de 2007

Nacho Libre

Essa Wikipédia é mesmo uma mãezinha pra gente, né? Eu por exemplo, na minha santa ignorância, usava o tempo todo “lol” de forma errada. Fulaninho tascou uma obviedade qualquer nos messengers da vida? Lol nele! Podia jurar que era um internetês para Dããããããã.... Mas eis que descubro (só agora, e daí?) que não passa da abreviação do inglês para "Laugh Out Loud", "Laughing Out Loud", ou seja, rindo alto, ou coisa que o valha. Nada mais que o bom e velho “Huahauhaua”!!! Que sem graça... Humpf! Ainda bem que no dia a dia, pra falar, continuo com “Dãããããã”. E viral como essas coisas da internet só a gripe espanhola, diria Carlos Chagas! Se tivesse tido a longevidade da Dercy Gonçalves elevada ao cubo... “Huahauhaua” aprendi com a extinta Lilith (atual Nix) há cyber milênios numa destas madrugadas regadas a pulsos únicos. Hoje até minha amiga de Nova York já acrescentou a seu cada vez mais rico vocabulário. Se bem que costuma confundir com “rs”, que pra nós não passa de um sorrisinho amarelo. Oxalá nunca ter dito Lol pra ela... Meu inglês oscila entre o péssimo e o muito ruim. Salve Nossa Senhora dos Tradutores Online. Que é coreana criada no Japão, casada com grego, mas que atualmente reside em New Jersey!!! Esses gringos devem me achar uma espécie de Cantinflas south american way. Na hora da escrita, eu sou do camarão ensopadinho com chuchu. Lol!

[Ouvindo: Follow Me – Kimiko Itoh]

terça-feira, 1 de maio de 2007

Faça A Coisa Certa

E gente branquinha metendo o pau em racismo me parece coisa tão estúpida quanto macho discorrendo sobre o aborto. No dos outros é sempre mais refrescante, né? Faz quanto tempo que o 3º Reich ruiu? Mais de 60 anos se minhas contas estão corretas. E parece que nem todo mundo tá sabendo da furada de se acreditar na superioridade desta ou daquela raça. Isso num país moreno jambo como o Brasil me faria rir se não desse náuseas. Mas também posar de coitadinho exigindo regalias como cota em faculdades nem sei, viu... A vida seria mil vezes mais fácil pra TODO mundo se houvesse ensino básico decente e gratuito para todos. Uma das minhas paranóias é ficar percebendo a presença/ausência de afro descendentes na mídia. Quando querem mostrar que nem confiança pra racismo são nove modelos no comercial, apenas uma é negra de cabelo quase Black Power para que não haja dúvidas. Outdoor de grifes famosas é bem raro não ser uma menina loirinha, esquálida com cara de quem almoçou um pacotinho de Menthos. A minha teoria é que a propaganda se baseia na idéia falsa (?) de que quando se vê uma propaganda de margarina, não se quer levar banha vegetal para casa, e sim a chance de nos tornarmos aquelas pessoas ricas, jovens, brancas e felizes. Seria só um joguinho sórdido que pega embalo na baixa auto-estima de um povo. Mas não estudo publicidade nem nada, portanto, é só teoria mesmo, repito. Já foi bem pior, né? A TV agora só tem 95%(!!!) de apresentadoras loiras...

[Ouvindo: L'alba Dei Morti Viventi – Goblin]
Related Posts with Thumbnails