sexta-feira, 15 de julho de 2005

La Serva Padrona

E que uma das últimas coisas a me dar prazer nesta vida é cortar o cabelo não é novidade, muito provavelmente, nem pro Bento XVI, né não? Aliás, porque tanto luxo com alguma coisa que em 3 semanas volta a ser exatamente como antes. Se pudesse falava: "Moça faz assim ó: Pega a tesourinha de picotar da Eliana e mete bronca. Se eu aparecer no Fantástico, pode deixar que lhe dou os créditos!" Mas não é que consegui arrumar uma cabeleireira muito da espevitada? Mistura de Almodóvar com ópera bufa. Ux, novidadêra que só ela. Desencanei de fazer cara de poucos amigos assim que sentava e já vinha nos meus ouvidos todo o dia-a-dia do filho, do filho do irmão, do irmão do filho!!!!! Fala, minha filha, fala mas trabalha rapidinho, tá? E as sugestões pra arrumar minha vida? Se deixar, saio de lá não só com cabelo novo mas de empresária a tira colo. "Ai que você ia ganhar tão mais se trabalhasse por conta!" "Ai que uma diarista ia facilitar tanto a rua vida... Minha irmã tem uma ótima!" Essa da diarista foi a conversa do dia quando, assim que sentei, ouvi em um suspiro: "O Miguel é moço sofrido, mora sozinho!" Que as pessoas viram madres Terezas quando sabem que moro só já sabia, mas sofrido? Nesse dia tive até um calafrio imaginando que elinha em si estava a fim de se candidatar pra resolver o problema não só com diarista não! E nem me espanto mais com olhares atravessados de senhoras obesas olhando atravessado no supermercado quando estou escolhendo tomate, tranqüilamente. Ou intranqüilo. Você vai amaldiçoar o dia da escolha quando for fazer aquele molho pro macarrão com atum que tão bem sabe fazer, mas os tomates estão todos passados. Preciso dizer quem também fica passado? Nem é ruim morar sozinho. No começo foi uma coisa usar o banheiro e não precisar trancar a porta. E nem confiança ainda pra comprar panela de pressão. Sabe quando pobre sobe na vida? Toda santa semana alguém quer me arranjar casório, apresentar aquela moça joinha, a prima intelectual ou a gostosona da faculdade, mas c'est la vie! Ah sim, se ela souber passar camisa até posso pensar no seu caso! Quem inventou camisa não conhecia o ferro de passar. Faço tudo direitinho, só não passo bem! Ah sim, também não bato! Dá uma lida a seguir na introdução do que ando escrevendo.




Manual Prático do Solteiro




Introdução



Há três coisas que

você precisa ter em mente antes de prosseguir na leitura deste

manual:




1-Infelizmente não há a opção de ser solteiro

2-Admita de uma vez que ninguém é, mas está solteiro

3-Sendo assim, todas as pessoas tanto no ocidente, quanto no oriente
deste planeta, e/ou fora dele, já foram, ou podem vir a fazer parte
deste estilo de vida que é ser solteiro



Tendo consciência destas leis irrefutáveis, tome para si todos os
conhecimentos que forem encontrados nas próximas páginas, se os achar
úteis, of course. No caso de haver alguém que o "chame de meu bem",
guarde-os cuidadosamente após a leitura. Por mais absurda que esta idéia possa lhe parecer hoje, a maré pode (toc toc toc) mudar. Esteja
prevenido! Aliás, neste caso, nunca perca a oportunidade de aprender
tarefas domésticas com esta pessoa, ou até aquele prato que tanto te
agrada. Sabe do quê morreu o seguro?






[Ouvindo: Love Street - The Doors ]
Related Posts with Thumbnails